Reunião discute sobre o seguro defeso de pescadores no Mosaico Lago de Tucuruí

No último dia 10, o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio) e a Central das Colônias de Pescadores da Bacia Hidrográfica do Araguaia-Tocantins (CECOAT) reuniram-se com o Gerente executivo do Instituto nacional de Segurança Social (INSS/Belém), Wilson Gaby, para obter esclarecimentos sobre o seguro defeso dos pescadores do Lago de Tucuruí.

De acordo com a Gerência da Região Administrativa de Tucuruí (GRTUC), do Instituto, durante as operações de fiscalização realizadas no defeso 2016/2017, muitos pescadores alegaram cometer infração devido ao não recebimento do seguro defeso, deste ano ou do ano anterior.

Preocupada com esta situação e visando uma gestão mais eficiente, a Gerência executiva do INSS mostrou sua estrutura de processamento das solicitações do beneficio e o processamento dos mesmos, conforme data protocolada pelo pescador ou entidade de classe, além de exemplos de casos onde há pendências ou indeferimento e informou também que vem trabalhando continuamente para agilizar o processo, e consequentemente, o recebimento do seguro pelo pescador.

Na ocasião, a gerente da GRTUC, Mariana Bogéa, propôs articular uma nova reunião com os demais órgãos envolvidos com a atividade, com o objetivo de integrar esforços.


✎Texto: Denise Silva / Ascom Ideflor-bio

Comentários estão desabilitados.