Novas UCs do Nordeste Paraense discutem formação de Conselho Gestor

Nos dias 05 e 06 de maio, aconteceu uma reunião conjunta para discutir a formação do Conselho Gestor da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Campo das Mangabas e do Refúgio de Vida Silvestre Padre Sérgio Tonetto, Unidades de Conservação (UC) de Uso Sustentável e de Proteção Integral, respectivamente, que foram criadas no ano passado e estão localizadas na região do Nordeste Paraense.

Realizada pela equipe institucional da Gerência de Região Administrativa do Nordeste Paraense (GRNE/Ideflor-bio), formada por Luiz Coltro, Ellen Thais Azevedo, Marcia Monteiro e Lucia Pantoja, a reunião, realizada no município de Maracanã, contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Maracanã e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Durante o encontro, foram debatidos assuntos relacionados a formação do Conselho, os instrumentos de gestão, além da participação e atribuições dos conselheiros, que devem ter conhecimento, deliberar, opinar e divulgar as questões relacionadas às UCs, participando interativamente da gestão, considerando o plano de manejo, seu plano de uso, os objetivos da Unidade e, especialmente, os interesses de seus moradores.

Segundo Irmã Iracy Nunes, ativa na liderança comunitária e presente na reunião, o papel do conselheiro é representar a comunidade nas decisões para a gestão e o funcionamento da UC, além de defender a flora e as famílias dos extrativistas. “Os conselheiros devem estar conscientes e preparados para as decisões e lutar por esse campo maravilhoso. O trabalho está só começando.”, disse.

Além de estreitar os  laços com as comunidades, foi viabilizado também o debate e indicação das participações de lideranças e instituições, através de metodologias pedagógicas, como o mapa falado, quadro de consistência e Learning History, além de debate amplo das necessidades das UCs. De acordo com Ellen Azevedo, da GRNE, “Os temas mais ligados à questão ambiental, como licenciamento ambiental, fiscalização, pesquisa científica e turismo, estão dentre os temas que foram enfatizados nas reuniões”, contou.

Tipos de UC – O Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC), que apresenta os objetivos dos grupos e das diferentes categorias de Unidades de Conservação, faz referência aos objetivos das UCs de Proteção Integral, que preservam a natureza, sendo admitido apenas o uso indireto dos seus recursos naturais, com exceção dos casos previstos nesta lei; e das UCs de Uso Sustentável, que compatibilizam a conservação da natureza com o uso sustentável de parcela dos seus recursos naturais.

O Refúgio de Vida Silvestre (REVIS) tem como objetivo proteger ambientes naturais onde se asseguram condições para a existência ou reprodução de espécies ou comunidades da flora local e da fauna residente ou migratória. Já a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS), é uma área natural que abriga populações tradicionais e tem como objetivo básico preservar a natureza, assegurando as condições e os meios necessários para a reprodução e a melhoria dos modos e da qualidade de vida e exploração dos recursos naturais, bem como valorizar, conservar e aperfeiçoar o conhecimento e as técnicas de manejo do ambiente, desenvolvido por estas populações.

✎Texto: Denise Silva / Ascom Ideflor-bio


GALERIA DE FOTOS:

Comentario(1)

  1. Sandolene Ramos diz

    Como mestranda fiz pesquisa sobre a mobilização para a criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Campo das Mangabas entre 2014 e 2015 e fico feliz em saber que novos passos estão sendo dados em direção aos objetivos pleiteados com a criação dessa unidade de conservação. Desejo sucesso a todos que participam!

Envie um comentário