PESAM prestigia 28ª Festividade do Divino Espírito Santo

Entre os dias 03 e 11 de junho, aconteceu a 28ª Festividade do Divino Espírito Santo, manifestação religiosa, tradicional e cultural, realizada 50 dias após o domingo de Páscoa, onde os antigos moradores da área permanecem durante nove dias em devoção e adoração a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade, no “Santuário” Casa de Pedra, no interior do Parque Estadual da Serra dos Martírios/ Andorinhas (PESAM).

Neste período, a Gerência da Região Administrativa do Araguaia (GRA), do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio) realizou o monitoramento ambiental da Casa de Pedra, através dos indicadores ambientais, como a gestão do lixo, uso e consumo da água, a queima, a caça, o uso da madeira seca para cozinhar e o uso adequado de madeira verde e palhas para a formação dos acampamentos, local onde os romeiros permanecem durante a festividade.

Os romeiros e visitantes participaram de atividades de educação ambiental, palestras e assistiram vídeos educativos, abordando assuntos sobre água, lixo e queimadas. Também foram realizadas oficinas de reaproveitamento de garrafas “pets” e customização de chapéus e camisas, além de apresentações teatrais, pintura livre, desenhos com a construção coletiva do Gavião Real e jogos e brincadeiras com as crianças.

De acordo com Silviane Miranda, da GRA/ideflor-bio, as atividades de educação ambiental são uma forma de sensibilização ambiental. “Através das oficinas, os participantes observaram que o lixo pode ser reaproveitado, resultando em objetos utilitários.”, contou.

Durante a programação, que contou com a parceria da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), as questões ambientais foram tratadas de forma lúdica. Outra atividade ambiental realizada foi o plantio na nascente do Xambiozinho, local onde é retirada a água que abastece os dias de Festejo, de grande importância para o município, sendo um dos cursos d’água que alimenta a Cachoeira Quarta Queda e Três Quedas, passando próximo a área urbana de São Geraldo do Araguaia e desaguando no Rio Araguaia.

✎Texto: Denise Silva / Ascom Ideflor-bio


GALERIA DE FOTOS:

Comentario(1)

  1. Marcio Eokin Siqueira David diz

    A fé que faz os romeiros virem á participar do festejo do Divino espirito santo é admirável, e a participação do Governo do Estado com atividade voltadas aos visitante e romeiros levando a conscientização e a sensibilização ambiental, por ser dentro de uma área de proteção ambienta, evitando qualquer tipo de impacto no meio ambiente.

Envie um comentário