Ideflor-bio participa do 1º Simbrafauna

 

simbrafauna2Aconteceu entre os dias 04 a 06 de novembro, no município de Porto de Galinhas – Pernambuco, o 1º Simpósio Brasileiro da Fauna Sobre-Explotada e Ameaçada de Extinção. O evento foi realizado com o objetivo de compartilhar informações sobre o estado atual do conhecimento em pesquisa e divulgação científica, educação, políticas públicas e conservação das espécies da fauna brasileira, que de algum modo, encontram-se em situação de grande vulnerabilidade.

Na ocasião, o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Pará (Ideflor-bio) esteve representado pelo servidor Luciano dos Anjos,simbrafauna3 técnico da Diretoria de Gestão da Biodiversidade (DGBio), que participou da mesa redonda “Espécies Ameaçadas em Unidades de Conservação”, onde proferiu palestra abordando particularmente as implicações dos resultados do projeto “O futuro da biodiversidade ameaçada do Pará”, que está sendo desenvolvido por este Instituto. O projeto realça a importância das áreas protegidas para a proteção de espécies ameaçadas em cenários futuros na Amazônia paraense. Em breve, os resultados do projeto serão publicados na forma de livro com ampla divulgação para a sociedade civil.

Além disso, o Instituto apresentou ainda três trabalhos técnico-científicos, resultantes das ações desenvolvidas na Gerência de Biodiversidade (GBio): “Levantamento das espécies da fauna aquática sobre-explotada no município de Soure (Pará) e a importância para a criação de unidades de conservação”; “O futuro da biodiversidade ameaçada do Pará: implicações para a conservação em diferentes cenários” e “Avaliação de áreas potenciais para reintrodução de Guaruba guarouba (Gmelin, 1788) na região metropolitana de Belém”. Este último é decorrente de uma parceria entre o Ideflor-Bio e o Centro Universitário do Pará (CESUPA) e constituiu o Trabalho de Conclusão de Curso da aluna de graduação Bianca Martins, orientado pela técnica Soraya Alves.

Comentários estão desabilitados.