Ideflor-bio e Imazon capacitam Agentes Ambientais Comunitários da APA Ilha do Combu

Foi realizada, na tarde de quinta feira, 30, uma oficina de educação ambiental, voltada para jovens membros do programa Agentes Ambientais Comunitários da Área de Proteção Ambiental (APA) Ilha do Combu, executado pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio) e Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon).

A oficina, realizada na sede do Imazon, foi liderada por Bianka Cardoso, da Gerência da Região Administrativa de Belém, do Ideflor-bio, e Eli Franco Vale, do Imazon, e discutiu sobre assuntos relevantes acerca da educação ambiental, incentivando o fortalecimento comunitário, a adoção de boas práticas de produção e o fortalecimento de iniciativas do Ideflor-bio de consolidar a Ilha do Combu como uma Unidade de Conservação cada vez mais sustentável.

O programa tem o objetivo de trazer subsídios técnicos demandados pelas comunidades para o fomento da gestão participativa de Unidades de Conservação estaduais do Pará. Sendo inspirado por experiências pretéritas na região amazônica, o programa busca garantir o envolvimento dos comunitários, reconhecendo o importante papel das populações tradicionais na manutenção dos recursos naturais.

Composto por etapas de sensibilização, metodologia, capacitação e monitoramento, o programa incentiva a capacitação dos agentes ambientais para que sejam multiplicadores na Ilha do Combu.

Segundo Bianka Cardoso, com este aprendizado, os agentes estarão prontos para conduzirem diversas atividades ambientais na Unidade de Conservação. “Eles são orientados, a partir de conhecimentos teóricos e práticos, para que possam contribuir para o desenvolvimento responsável do meio ambiente, tornando-os agentes multiplicadores ambientais, responsáveis por iniciar e aprimorar processos de sustentabilidade em suas comunidades.”, contou.

A primeira reunião de planejamento do Programa foi realizada em agosto do ano passado, na Ilha do Combu, onde os jovens aderiram ao projeto, baseado em experiências dos programas de agentes ambientais comunitários de todo o país. A idéia é de que, posteriormente, o projeto se estenda também em outras Unidades de Conservação.

✎Texto: Denise Silva / Ascom Ideflor-bio


GALERIA DE FOTOS:
20170330_141426 20170330_141533 20170330_141617 20170330_154946 20170330_161139 20170330_162645 20170330_164653

Comentários estão desabilitados.