Oriximiná recebe capacitação para formação de Agentes Ambientais Comunitários

Moradores de 17 comunidades ribeirinhas do município de Oriximiná, na região da Calha Norte Paraense, participaram, de 25 a 27 de setembro, da primeira etapa da Oficina de Formação de Agentes Ambientais Comunitários, com o objetivo de identificar e buscar soluções para os problemas ambientais da região.

O trabalho, faz parte do “Programa de Agentes Ambientais Comunitários”, realizado pela Unidade Integrada de Defesa Ambiental (Unida), que buscou parcerias para a implementação do programa, junto ao Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), através da Gerência da Região Administrativa da Calha Norte II (GRCN II), e ao Programa Territórios Sustentáveis.

A turma foi formada por 30 moradores das comunidades, que enfrentam problemas como a pesca comercial, extração ilegal de madeira, caça a quelônios, entre outros. Nesta primeira etapa, foi concluído o modo básico, e ainda no final deste mês serão iniciadas as oficinas do módulo específico, que trata diretamente sobre os problemas ambientais e as soluções dentro das comunidades.

Entre os parceiros do Programa está o Projeto de Preservação dos Quelônios da Amazônia – “Pé de Pincha”, que há 16 anos atua no município na preservação dos quelônios. A proposta do Projeto visa não apenas a proteção do tracajá e da tartaruga, mas também a formação e a conscientização das pessoas. Também são parceiros o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Fundo Dema, Fundo Amazônia e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Mineração de Oriximiná.

De acordo com Jakeline, coordenadora do programa Territórios Sustentáveis, já está ocorrendo formações de Agentes Ambientais Comunitários em três territórios: comunidade Quilombola do Ariramba; comunidade Ribeirinha de Português (Faro/Pará) e; jovens moradores da Área de Proteção Ambiental do Combu (Belém/Pará), somando 90 pessoas participantes do Programa de Agentes Ambientais.

✎Texto: Denise Silva / Ascom Ideflor-bio
(Com informações da Ascom Programas Territórios Sustentáveis)


GALERIA DE FOTOS:

Comentários estão desabilitados.