Escolas da APA Araguaia recebem atividades de educação ambiental

Alunos e professores das comunidades de Sucupira, Santa Cruz e Ilha de Campo, localizadas na Área de Proteção Ambiental (APA) de São Geraldo do Araguaia, participaram de uma ação de educação ambiental, no dia 07 de dezembro, que contou com uma palestra e uma oficina de confecção de brinquedos de garrafa pet.

A ação foi promovida pela Gerência da Região Administrativa do Araguaia (GRA), do Instituto de Desenvolvimento Florestal e Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), em parceria com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS).

Na ocasião, foi ministrada uma palestra sobre insetos aquáticos, pelo pesquisador e professor Dr. José Moacir Ferreira Ribeiro, que já desenvolve pesquisa no parque com grupos de insetos. A temática é de grande interesse para discussão com a comunidade local, visto que estes insetos são chamados de “bioindicadores” da qualidade da água e podem indicar como estão as condições ambientais dos igarapés de dentro e do entorno do Parque.

Durante a palestra, o pesquisador falou sobre a importância destes insetos para o local e explicou que são três ordens de insetos aquáticos indicadas como “bioindicadoras” da qualidade da água, chamadas na literatura de EPT (Ephemeroptera, Plecoptera e Trichoptera). A atividade foi finalizada com a ajuda das próprias crianças da comunidade, que fizeram vários desenhos dos insetos, para confecção de uma cartilha educativa, uma das propostas acordadas com o Ideflor-bio.

Outra atividade realizada foi a oficina de confecção de brinquedos de garrafa pet, ministrada pelo arte-educador Márcio Eokin Siqueira David, que teve como objetivo explicar aos alunos o impacto ambiental que as garrafas pets podem causar ao meio ambiente e a possibilidade de reutilização e transformação destas em objetos, como os brinquedos.

De acordo com Márcio, a escola é um lugar para se pensar e colocar em prática estratégias que busquem a construção de conhecimentos e preparação de alunos conscientes e sensibilizados para intervir nas questões socioambientais. “Sabemos que somos todos consumidores e produzimos lixo todos os dias, por isso a importância deste trabalho de reutilização de garrafas pets”., contou.

✎Texto: Denise Silva / Ascom Ideflor-bio


GALERIA DE FOTOS:

Comentários estão desabilitados.