Caminhada ecológica abre segundo dia de inauguração do Parque do Utinga

A população da região metropolitana de Belém compareceu em peso ao segundo dia da programação de inauguração do Parque Estadual do Utinga. Neste sábado, o Parque recebeu, a partir das 8h, a Primeira Caminhada Ecológica. Os visitantes percorreram quatro quilômetros de pistas pavimentadas e puderam conhecer as novas construções, como o Mirante Bolonha, a Casa da Mata e o Recanto da Volta, todas localizadas no interior do Parque.

O percurso foi acompanhado pelo governador do Estado, Simão Jatene, e também pelo presidente do Ideflor-bio, Thiago Novaes. Na ocasião, o presidente ressaltou que o novo Parque possui uma importância biológica muito grande para a Amazônia e para o mundo e que agora ele cumpre a sua função de aproximar as pessoas da natureza. “Agora é possível ter uma experiência viva da fauna e da flora da região amazônica visitando o parque. Nossa expectativa é que o Utinga se torne, em breve, um dos cinco parques que também são unidades de conservação mais visitados de Brasil.”

E a visitação começou com o pé direito. Diversos coletivos esportivos, grupos de amigos e famílias já vieram conhecer em primeira mão as novas estruturas do Utinga. Um desses grupos são é o Patroas Mil Graus. Formado só por mulheres, o coletivo já pratica a caminhada há um ano e agora as patroas vão ter um novo cenário para os seus exercícios.

“Nós todas moramos aqui pelas redondezas do parque e caminhamos todos os dias, de manhã bem cedinho. Hoje resolvemos aproveitar a inauguração do parque para vir caminhar aqui e estamos adorando, está tudo muito lindo”, conta Elisangela Vieira, uma das integrantes do grupo.

Já o caso da família Palheta é bem curioso. A família já mora na Avenida João Paulo II há 10 anos, mas nunca tinha vindo ao Utinga. Pai, mãe e filho aproveitaram a caminhada ecológica para conhecer o parque. Eles andaram por cerca de três quilômetros e ficaram maravilhados com o que viram. “O Parque era o que faltava para Belém. É um ótimo espaço para se divertir, mas também um presente para os esportistas, que agora vão poder vir treinar aqui”, conta Evandro Palheta.

A caminhada ecológica foi guiada por condutores cadastrados junto ao Ideflor-bio e por voluntários. Além disso, o percurso contou com pontos de hidratação com água natural fornecida pelo projeto Águas do Utinga, mantido pela Cosanpa; Food Trucks encubados pelo SEBRAE; e também com a segurança e ambulâncias dos Bombeiros do Pará, do Batalhão de Polícia Ambiental do Estado e da SESPA. A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) também estava presente auxiliando na educação ambiental dos visitantes do Parque.

Os seres mitológicos da Amazônia também participaram da caminhada. A Matinta Perera, o Curupira, o Lenhador e outros integrantes do Theatro da Floresta, um projeto dos Amigos da Floresta Amazônica (Asflora) fizeram a diversão das crianças com uma apresentação teatral no meio do percurso. O projeto tem o objetivo de levar a educação para os pequenos de forma lúdica.

Segundo o gerente do Parque Estadual do Utinga, Julio Meyer, a inauguração excedeu as expectativas. “Nós recebemos muitas pessoas hoje e estamos muito felizes por poder dar esse retorno de desenvolvimento humano para a população da região”, afirma.

Aventura – O Parque Estadual do Utinga tem quase 1400 hectares, o que equivale a um número igual de campos de futebol. Após um investimento de quase 40 milhões de reais, o Utinga conta com três novos equipamentos turísticos – o Centro de Acolhimento, a Casa da Mata e o Recanto da Volta – e também com espaços para a pratica de trilhas e esportes de aventura.

São aproximadamente nove quilômetros de trilhas abertas e estrutura para esportes como o tree climbing, o boia cross, a canoagem, o stand up paddle e o rappel, além da caminhada e do ciclismo.

Todos esses esportes poderão ser realizados pelos visitantes do Utinga neste domingo, 18. A partir das 5h30 da manhã, os condutores autônomos licenciados pelo Ideflor-bio irão guiar a pratica dessas modalidades de forma segura e especializada.

Mas é preciso lembrar que o Parque tem algumas regras: para entrar nas trilhas ou praticar modalidades de aventura, o visitante precisa estar acompanhado de um condutor licenciado pelo Ideflor-bio. Além disso, também é vedada a entrada de animais domésticos no Parque, isso porque eles podem transmitir alguma doença para os animais silvestres, que não tem as mesmas proteções dos domesticados.

O Parque Estadual do Utinga funciona diariamente, das 5h30 às 17h. A entrada no Parque é gratuita, mas, a partir da segunda-feira, 19, será necessário agendamento prévio com algum condutor licenciado para a realização de trilhas e dos esportes de aventura.

Texto: Dilermando Gadelha – Assessoria de Comunicação Ideflor-bio

Comentario(1)

  1. Sílvia Camarão diz

    Qual o telefone ou e-mail para agendar trilha?

Comentários estão desabilitados para este artigo.