Agricultores familiares do AgroVárzea participam de Feira do Agricultor na SEMAS

Os agricultores familiares da Comunidade do Abacatal, localizada no Refúgio de Vida Silvestre (Revis) Metrópole da Amazônia, participaram, nesta quinta-feira, 5, da Feira do Agricultor da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS). A Feira ocorreu na sede da SEMAS, como parte da programação da Semana de Saúde organizada pelo órgão. Esses agricultores trabalham com o cultivo de diversas espécies, como o açaí, a pupunha, a mandioca, hortaliças e verduras, coleta de mel, produção de tucupí e itens com valor agregado, como doces, compotas e molhos.

Os agricultores são assessorados pelo projeto AgroVárzea, mantido pela Gerência da Região Administrativa de Belém (GRB) do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio). O projeto fornece assistência técnica a esses agricultores em toda a sua cadeia de produção. Além da comunidade do Acabacatal e do Revis Metrópole da Amazônia, o AgroVárzea trabalha também com comunidades das Áreas de Proteção Ambiental Ilha do Combú e Belém. Segundo a engenheira agrônoma e coordenadora do projeto, Laura Dias, um dos diferenciais dos produtos quem vem dessas comunidades é a sustentabilidade. “Os itens que eles comercializam nas feiras são cultivados de forma sustentável, sem o uso de agrotóxicos e baseados em técnicas de agroecologia, o que os torna muito mais saudáveis e propícios para o consumo”, explica.

Além da assistência técnica no processo de produção, o AgroVárzea também auxilia os agricultores na comercialização dos produtos por meio do incentivo e organização de feiras e eventos que possibilitam o contato direto entre os agricultores e os consumidores. “A comercialização direta em feiras potencializa os lucros do agricultor rural e permite que ele tenha maior controle do seu negócio, além deles começarem a aprender a lidar com as diversas etapas do processo de comercialização, como a formação do preço e a prestação de contas”, esclarece Laura Dias.

 

Expandindo Horizontes – A participação na Feira do Agricultor da SEMAS é resultado de um trabalho a longo prazo que vem sendo feito com esses agricultores. Até então, eles tinham participado de eventos menores, organizados no próprio Ideflor-bio.

“O convite que eles receberam para participar da Feira da SEMAS é um reconhecimento da qualidade dos produtos que eles comercializam. Essa Feira representa a expansão dos horizontes desses agricultores e também aponta para a importância do trabalho que fazemos com eles no AgroVárzea”, afirma Laura Dias.

Feira do Agricultor Ideflor-bio – Outra oportunidade de comprar os itens comercializados pelos agricultores do AgroVárzea é no dia 12 de abril. Nessa data, acontece a Feira do Agricultor Familiar do Ideflor-bio, que funciona das 7h às 12h, no estacionamento do Instituto.

Texto: Dilermando Gadelha – Assessoria de Comunicação Ideflor-bio

Comentários estão desabilitados.