3ª Caminhada Sustentável leva saúde e educação ambiental ao Parque Estadual do Utinga

O Parque Estadual do Utinga é um emblema da conservação da natureza no coração da zona urbana de Belém. É também um cenário ideal para a prática de exercícios físicos, bem estar, comunhão com a natureza e, não por acaso, foi o lugar escolhido para receber a 3ª Caminhada Sustentável organizada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio). A Caminhada aconteceu neste sábado e contou com a participação de mais de 1000 inscritos.

O percurso da Caminhada iniciou no Ideflor-bio e se estendeu por cerca de 3km (ida e volta), até o Lago Bolonha. Além da caminhada, os participantes também fizeram alongamentos e fit dance acompanhados de profissionais da Educação Física da Secretaria Estadual de Esporte e Lazer (SEEL) e da Uninassau. Segundo o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Thales Belo, a ocasião foi ideal para, de uma forma lúdica, “trabalhar a conscientização e a saúde, que também são ações de sustentabilidade”.

Ainda pensando na sustentabilidade e na saúde, os participantes da Caminhada puderam adquirir produtos alimentícios e também artesanato na Feira do Agricultor do projeto AgroVárzea, mantido pelo Ideflor-bio. Os agricultores rurais das comunidades do Abacatal – que fica na Área de Proteção Ambiental (APA) Belém –, da APA Ilha do Combu e do Projeto de Assentamento Abril Vermelho (esses, atendidos pelo programa UFRA na Reforma Agrária) comercializaram legumes, verduras, hortaliças, sucos, galinha caipira, café, bolos, pães e ecojóias.

“Um dos diferenciais dos produtos comercializados pelos agricultores é que eles são baseados em técnicas agroecológicas e sustentáveis. Um ótimo exemplo são os canudinhos retornáveis, produzidos com galhos de bambu pelo agricultor do Abacatal Raimundo Caetano, que são usados na venda de água de coco e evitam o uso dos canudos plástico, super nocivos ao Meio Ambiente”, conta a servidora do Ideflor-bio e coordenadora do AgroVárzea, Laura Dias.

Durante a 3ª Caminhada Sustentável, representantes do Ideflor-bio, da SEMAS e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Belém fizeram também o plantio simbólico de uma muda de mogno no espaço do Parque. Segundo a engenheira florestal do Ideflor-bio, Michele Ferreira, “daqui há aproximadamente uns 10 anos já será possível ver essa muda grandinha, tornando-se uma árvore que será símbolo de conscientização e cuidado com o meio ambiente.”

Premiações – Um dos pontos altos da Caminhada Sustentável foram as premiações. Os participantes inscritos participaram do sorteio de diversos brindes, como vales compra, bicicletas, fone de ouvido, celulares e também vouchers para a realização de esportes de aventura no Parque Estadual do Utinga.

Os vouchers englobam atividades como o rappel, o boia cross, parede de escalada e trilhas interpretativas no Parque. Eles foram oferecidos pelo Ideflor-bio, em parceria com as assessorias esportivas Amazônia Aventura e Nós na Trilha.

Todas essas modalidades podem ser praticadas pelos visitantes do Utinga. Uma lista completa com os serviços ecoturísticos do Parque e também com os condutores credenciados podem ser encontrada no aplicativo Parque do Utinga, disponível para download na Play Store dos smartphones com sistema Android.

Família – A Caminhada foi um ótimo momento para confraternizar com a família e amigos. A empresária Karla Amaral, por exemplo, trouxe a filha de um ano e oito meses para se exercitar. “A Aylla sempre vai comigo para todas as caminhadas e corridas, desde que começou a andar. Hoje ela foi um pouco no colo, mas geralmente ela anda. O evento foi muito bom, organizado e eu pretendo continuar participando nos próximos anos”, conta.

Já a engenheira agrônoma Thamires Borges conta que trouxe a mãe, irmã e amigos para caminhar e se divertir. “Além de ser uma atividade física para toda a família, também nos deixa mais felizes”. A Thamires aproveitou a ocasião para cuidar da saúde na tenda do laboratório Beneficente Portuguesa, que ofereceu serviços de saúde para os participantes da Caminhada, como medição de pressão, índice glicêmico e índice de massa corporal.

Educação ambiental – As crianças também tiveram uma programação especial na 3ª Caminhada Sustentável. Os pequenos participaram de uma ação de educação ambiental organizada pela Coordenação de Educação Ambiental da SEMAS. Com mágicas e as palhaçadas do Tio Arroz, as crianças conheceram um pouco sobre o meio ambiente e a importância da conservação para o futuro da vida no planeta.

Para o gerente do Parque Estadual  do Utinga, Julio Meyer, o evento proporcionou aos participantes o contato direto com as maravilhas da natureza amazônica. “A Caminhada foi um sucesso, pois valorizou o Parque, que é um lugar importantíssimo para as práticas de lazer, o contato com a natureza e a sensibilização das pessoas. Então quando a Semas e o Ideflor-bio agem em conjunto para proporcionar às pessoas esse contato com a natureza, consegue-se mostrar as maravilhas da educação ambiental, sensibilizar as pessoas – sejam elas adultos, jovens ou crianças – de forma mais direta”, conta.

Texto: Dilermando Gadelha – Assessoria de Comunicação do Ideflor-bio

Comentários estão desabilitados.