Monte Alegre celebra Semana do Meio Ambiente com extensa programação

Uma missa celebrou o fim da programação em comemoração à Semana do Meio Ambiente em Monte Alegre, na região do Baixo Amazonas. A programação foi coordenada pela Gerência da Região Administrativa da Calha Norte I (GRCN-I), vinculada ao Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio), e teve início em 30 de maio, com diversas ações lúdicas e de educação ambiental para crianças, jovens e adultos do município.

Dentre as atividades realizadas na semana, houve palestras, oficinas, caminhadas, passeio ciclístico e plantio de mudas de espécies florestais. “Nesses dias, também foram debatidos alguns assuntos de grande relevância para Monte Alegre, como o uso indiscriminado de agrotóxicos e o impacto no meio ambiente e na saúde das pessoas. Ao mesmo tempo foi executada uma oficina sobre defensivos alternativos, numa tentativa de desacelerar o uso dos chamados ‘venenos’ nas plantações locais e, ao mesmo, desintoxicar os alimentos que chegam nas mesas dos montealegrenses”, conta Patrícia Messias, gerente da Calha Norte I.

Um dos pontos altos da programação foi o passeio ciclístico realizado entre Monte Alegre e a comunidade do Ererê, localizada na Área de Proteção Ambiental (APA) Paytuna. O passeio buscou despertar na população de Monte Alegre a consciência ambiental e mostrar a necessidade de preservação do meio ambiente em todos os seus aspectos, com foco especial para as pinturas rupestres presentes no Parque Estadual de Monte Alegre, as quais, com mais de 11 mil anos, apontam para os primeiros passos do ser humano na região amazônica.

Outros temas debatidos foram a gestão sustentável das florestas do Baixo Amazonas, muitas  das quais são Unidades de Conservação, e também o combate ao desmatamento, à degradação do solo e a perda da biodiversidade local. Os recursos hídricos e o comba à pesca irregular e predatória também foram discutidos por estudantes, técnicos e habitantes do município.

“Precisamos gerir ainda mais a educação e conscientização ambiental das pessoas e firmar compromissos municipais relacionados ao meio ambiente, pois essa responsabilidade, além de envolver os governantes, os órgãos públicos e privados, as instituições representativas das classes trabalhadores e as ONGs, envolve também cada cidadão, que deve contribuir positivamente para esse processo. Cabe a cada um de nós assumir um papel de cidadãos ambientalmente conscientes”, afirmou Eliselmo Picanço, gerente do Escritório Regional do Baixo Amazonas II, também vinculado ao Ideflor-bio, na missa de encerramento da Semana.

A programação da Semana do Meio Ambiente em Monte Alegre contou com a parceria da Prefeitura de Monte Alegre, das secretarias municipais de Meio Ambiente, de Educação e de Saúde, da Polícia Militar e dos sindicatos dos Produtores Rurais e dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, da Escola de Ensino Técnico do Estado do Pará, do Ministério Público Estadual, EMATER e da ADEPARÁ.

Também participaram da organização da Semana, o Colégio Estadual Francisco Nobre e o Colégio Estadual Carim Melém, cujos alunos realizaram caminhadas ambientais por Monte Alegre, plantio de árvores e a recolha de resíduos sólidos nas ruas da orla de Monte Alegre.

Texto: Dilermando Gadelha – Assessoria de Comunicação do Ideflor-bio

Comentários estão desabilitados.