Estudantes do Propaz nos Bairros conhecem o Projeto Ararajubas

A Educação Ambiental foi um dos focos do evento em comemoração ao aniversário de 14 anos da Fundação Propaz, que aconteceu na manhã desta sexta-feira, no Polo do Propaz nos Bairros-Mangueirão, localizado no Estádio Edgar Augusto Proença. Uma equipe de técnicos do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio) apresentou a estudantes atendidos pelo Programa Propaz nos Bairros o Projeto Ararajubas, que reintroduz a espécie de pássaros, nativa da região amazônica, nos céus de Belém.

Na cidade, as Ararajubas já não eram mais avistadas desde meados dos anos 60, mas, após a reintrodução, já é possível vê-las voando por alguns pontos da capital paraense. A ação de educação ambiental apresentou esses pássaros, símbolo do Brasil por sua cor verde e amarela, aos estudantes do Propaz de Outeiro, que ficaram encantados com os bichos.

Para Isaac Ferreira, de 14 anos, é muito importante conhecer esses animais e protegê-los a fim de garantir a conservação de todo o meio ambiente. Isaac, que também faz curso de formação em monitores ambientais na Escola Bosque, mantém, em casa, uma horta em que planta espécies como o cheiro-verde e a pimenta.

“Eu gosto muito de fazer a horta, porque deixa a casa bem bonita e ajuda o meio ambiente. É muito importante cuidar do meio ambiente, das plantas e dos animais, como as Ararajubas, porque um cuida do outro e nós devemos cuidar de todos”, afirma o menino.

Um dos focos da educação ambiental é, justamente, formar multiplicadores, que levem as informações e práticas de cuidado com a flora e a fauna para suas famílias, amigos e círculos de convivência. “É preciso disseminar a empatia com a natureza e o meio ambiente e as crianças e jovens são essenciais nesses projetos, como o das Ararajubas, pois elas que ajudam a plantar e cultivar essa sementinha da educação ambiental em diversos lugares, como suas próprias casas”, conta Aína Gorayeb, técnica do Ideflor-bio.

Projeto Ararajuba – O Projeto Ararajuba é uma iniciativa do Ideflor-bio em parceria com a fundação paulista Lymington, que acontece desde 2017. A ação já contou com duas reintroduções de Ararajubas no Parque Estadual do Utinga. Durante o período de funcionamento do projeto, mais de 20 pássaros foram trazidos de São Paulo para Unidade de Conservação, onde passam por um aprendizado em que adquirem as características necessárias para sobreviver como animais silvestres. Após esse processo, eles são soltos e passam a voar livremente pelo território do Utinga ou mesmo em outras áreas cidade.

As pessoas interessadas em conhecer as Ararajubas podem visitar alguns dos pássaros no espaço do Projeto Ararajubas, que fica em frente a Casa da Mata, no Parque do Utinga. O Parque funciona diariamente, das 6h às 17h e a entrada é gratuita.

Cidadania – Além da Educação Ambiental, o evento alusivo aos 14 anos da Fundação Propaz contou também com quadrilha, sala de jogos, torneio poliesportivo, cinema, espaço de leitura e também diversas ações de cidadania voltadas às famílias atendidas pelo Propaz e à comunidade em geral.

Os participantes do evento puderam fazer 1ª e 2ª via do Registro Geral (RG), além de certidão de nascimento, CPF, foto 3×4, ID jovem, identidade de nome social e diversos outros serviços, como aconselhamento jurídico e atendimentos de saúde.

Texto: Dilermando Gadelha – Assessoria de Comunicação do Ideflor-bio

Comentários estão desabilitados.