Projeto Prosaf – Acará

O objetivo é recuperar áreas florestais alteradas por meio da implantação de Sistemas Agroflorestais (SAF’s) Comerciais. Dessa forma, busca-se desenvolver a segurança alimentar das famílias envolvidas, a geração de renda para o agricultor familiar, além da recuperação do passivo ambiental do projeto de assentamento (PA) Benedito Alves Bandeira (BAB), localizada no município de Acará.

O projeto beneficiará 30 agricultores familiares do PA Benedito Alves Bandeira e suas famílias.

Metas:

Estruturar um Viveiro para Produção de 57.000 Mudas;
Capacitar 30 agricultores familiares em Técnicas de Produção de Mudas e Implantação de SAF’s Comerciais;
Promover a mecanização de 30 ha;
Recuperar 30 ha de áreas alteradas, por meio da implantação de SAF’s comerciais, priorizando o atendimento do mercado interno e o acesso aos Programas Nacionais de Aquisição de Alimentos e de Merenda Escolar.

Etapas de ação:

O projeto acontece por meio de quatro etapas de ação:

1ª Etapa – Estudo do potencial econômico e perfil do agricultor familiar
A etapa compreende as seguintes atividades:

Reunião de mobilização da comunidade para apresentação da Proposta – “PROSAF”;
“Aplicação de Cadastro do Produtor”;
“Visitas Técnicas” aos lotes dos envolvidos e Demarcação através de GPS das áreas onde serão implantados os SAF’s;
Realização de “Oficina de Diagnóstico Rural Participativo – DRP”;
“Oficina de Validação do DRP”.

2ª Etapa –  Treinamento e capacitação
Refere-se à etapa de capacitação dos envolvidos. Serão realizadas ao menos duas capacitações, além de outras atividades, sendo:

Capacitação em “Produção de Mudas”;
Instalação de Viveiro (18X48) na comunidade com capacidade para produção de 57.000 mudas que serão utilizadas nos SAF’s e comercialização do excedente da produção;
Capacitação em “Sistemas Agroflorestais” – SAF’s, seguida da orientação prática para demarcação da área onde será implantado o sistema;
Dia de Campo para realizar a Mecanização das áreas.

3ª Etapa –  Preparo da área
Esta etapa compreende o preparo e mecanização das áreas dos agricultores familiares. Compreende, caso necessário, a correção do solo (aplicação de calcário) para posterior implantação do Sistema Agroflorestal – SAF (Plantio), com base no Calendário Agrícola da comunidade.

4ª Etapa – Monitoramento e acompanhamento técnico:
Após o plantio, os SAF’s serão monitorados e receberão acompanhamento técnico por meio do Ideflor-bio ou instituição parceira. Esta etapa visa assegurar o êxito da proposta.
A partir da implantação dos Sistemas Agroflorestais, inicia-se o estabelecimento da contrapartida dos agricultores familiares beneficiados com o projeto, uma vez que serão eles os responsáveis pela manutenção das áreas onde foram implantados os SAF’s, bem como, pelos tratos culturais.

Atividades Realizadas:
1. Reunião de Mobilização da Comunidade para Apresentação da Proposta – “PROSAF”;
2. “Aplicação de Cadastro do Produtor”;
3. “Visitas Técnicas” aos lotes dos envolvidos e demarcação, através de GPS, das áreas onde serão implantados os SAF’s.

Status Atual: Desenvolvimento da 1ª etapa de ação do projeto, que corresponde ao estudo do potencial econômico e identificação do perfil dos agricultores familiares, referente à atividade 04 da fase inicial: “Oficina de Diagnóstico Rural Participativo – DRP”.

Próximas Etapas: Realização de “Oficina de Diagnóstico Rural Participativo – DRP”; e, ”Oficina de Validação do DRP”. Estas duas atividades encerram a primeira etapa de ação do projeto.