Secretarias de Meio Ambiente da região do Lago de Tucuruí assinam acordo de cooperação técnica para gestão e fiscalização ambiental

As prefeituras de Jacundá, Nova Ipixuna, Itupiranga, Novo Repartimento, Tucuruí, Breu Branco e Goianésia do Pará, assinaram, no dia 10 de novembro, Acordo de Cooperação Técnica com o objetivo de desenvolver ações conjuntas destinadas à gestão e o monitoramento ambiental integrados da região do Lago de Tucuruí, através das Secretarias de Meio Ambiente dos municípios envolvidos. As ações de fiscalização serão coordenadas pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio), órgão gestor das Unidades de Conservação no Estado.

Por meio desta parceria os municípios passarão a realizar ações de monitoramento, fiscalização e licenciamento ambiental de forma integrada da região do Lago de Tucuruí. A iniciativa aconteceu a partir das ações do Conselho Gestor da Área de Proteção Ambiental (APA) Lago de Tucuruí, que elaborou um Plano de Fiscalização Ambiental do Mosaico Lago de Tucuruí, para ser implementado com o apoio da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e coordenado pela Gerencia da Região Administrativa do Lago de Tucuruí, ligada ao Ideflor-bio.

“A ação tem como objetivo garantir a integração das ações de combate aos ilícitos ambientais cometidos na região”, explica Mariana Bogea, gerente da Região Administrativa do Lago de Tucuruí. Para a realização da demanda, o Ideflor-bio está adquirindo 07 caminhonetes e 07 lanchas com reboques, que serão cedidos aos municípios para garantirem a infraestrutura necessária para a gestão e o monitoramento ambiental no Mosaico Lago de Tucuruí.

Segundo Mariana, as ações de monitoramento devem iniciar o mais breve possível, garantindo o defeso, época de reprodução do pescado, além de combater à extração de madeira, as queimadas, entre outros.

De acordo com Antônio Nunes, representante do setor da pesca e conselheiro da APA Lago de Tucuruí, este acordo vem contemplar os anseios de que o período de piracema seja respeitado de fato, garantindo a preservação das espécies e da economia dessa região. “A pesca é a principal fonte de renda das famílias do lago de Tucuruí, por isso a importância dessa ação na região”, ressalta Antônio.

Comentários estão desabilitados.