Mosaico do Lago de Tucuruí expõe atividades de aquicultura no I CONAMAQ

Membros da gerência da Região administrativa do Mosaico do Lago de Tucuruí participaram do I Congresso Amazônico de Aquicultura – CONAMAQ e I EXPO AQUAM – Feira Amazônica de Produtos para Aquicultura, realizado de 28 a 30/03, na Universidade  Federal  Rural  da  Amazônia – UFRA. Com realização da UFRA, o evento  contou  com  o  apoio  do  Instituto  de  Desenvolvimento  Florestal  e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-Bio) e reuniu empresas e instituições envolvidas com o tema do congresso.

O evento, que teve o tema “Desafios  para  o  desenvolvimento  Sustentável  da  Aquicultura  Amazônica”, abordou assuntos relacionados a legislação aquícola, sanidade de recursos aquáticos, produção de pirarucu, produção de peixes em tanques circulares. Houve também exibição de trabalhos técnico-científicos, além de um espaço para oferecimento de mini-cursos teóricos e práticos, visando o aperfeiçoamento dos produtores, profissionais e alunos.

Membros do Ideflor-Bio estiveram presentes no congresso, com uma apresentação das atividades de aquicultura na área, onde a pesca e aquicultura servem de fomento à economia da região. A palestra foi proferida por Mariana Bogéa e Jossandra Pinheiro, da Gerência da Região Administrativa do Mosaico do Lago de Tucuruí.

Segundo Jossandra Pinheiro, é importante que haja organização e estímulo de atividades no setor da aquicultura. “As  Unidades  de Conservação também são locais para o desenvolvimento de atividades econômicas, portanto a preocupação da gestão dessas  unidades  é de que esse processo possa ser realizado de forma planejada e ordenada”, explicou.

Além da palestra, houve também exposição do produtor Gilberto Santos Vaz, do Projeto Piscicultura Paraíso, do Parque Aquícola de Tucuruí, que compartilhou sobre suas experiências vivenciadas no parque e que viu no fomento à aquicultura sustentável a oportunidade de geração de emprego e renda.

Além do Ideflor-bio, o evento contou com o apoio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Pará (Crea-PA) , Caixa de Assistência dos Profissionais dos Creas (Mútua), Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), Fundaçao de Apoio a Pesquisa, Extensao e Ensino em Ciências Agrarias (Funpea), Serviço  Brasileiro  de  Apoio  às  Micro  e  Pequenas Empresas (Sebrae), Empresa de Assistencia Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-PA), Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa).


Texto: Denise Silva / Ascom Ideflor-bio

Comentários estão desabilitados.