Histórico do Licenciamento da UHE Tucuruí é apresentado em Reunião Ordinária

Foi  realizada  no  último dia 15/04 a 1º  Reunião  Ordinária  do  Mosaico  Lago  de  Tucuruí,  com a participação dos representantes do Conselho  da Área de Proteção  Ambiental  (APA)  do  Lago  de  Tucuruí,  Conselho  da  Reserva  de  Desenvolvimento  Sustentável  (RDS)  Alcobaça  e  Conselho  da  Reserva de Desenvolvimento Sustentável de Pucuruí-Ararão.

Na ocasião, a Gerente e Presidente do Conselho Mariana Bogéa, do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), apresentou  o  levantamento  histórico  do  Licenciamento  da  Usina Hidrelétrica de Energia (UHE) de Tucuruí e Eclusas de Tucuruí até momento atual, com o intuito de apontar a situação de implementação das condicionantes de responsabilidade da Eletronorte, no processo de implantação da UHE Tucuruí.

Ocorreu ainda a apresentação do resultado das ações de monitoramento e fiscalização referente ao período do Defeso 2015/2016, onde a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de cada um dos municípios participantes do Conselho  teve  a  oportunidade de apresentar e discutir o resultado das ações realizadas, bem como propor alternativas com vistas ao aprimoramento das ações de fiscalização no Lago de Tucuruí.UHETuc02

Os   presentes   na   reunião   também   foram informados sobre a situação atual do processo de elaboração do Plano de Manejo do Mosaico Lago  de  Tucuruí  e RDS Alcobaça e  Pucuruí-Ararão, além da discussão do Termo de Cessão de Uso  dos  equipamentos – carros, lanchas e carretas – às mesmas Prefeituras.

O Mosaico Lago de Tucuruí foi criado pela Lei Estadual nº. 6.451, de 08  de  abril   de  2002, constituído   por   3   ( três )   Unidades   de Conservação: a Área  de  Proteção  Ambiental (APA)  Lago   de   Tucuruí  e  as  Reservas  de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Alcobaça e Pucuruí-Ararão, compreendendo  os  municípios de Tucuruí, Breu  Branco, Goianésia  do  Pará, Jacundá, Novo  Repartimento, Nova  Ipixuna  e Itupiranga.


Texto: Denise Silva / Ascom Ideflor-bio

Comentários estão desabilitados.