Ideflor-bio e Unesco avaliam parcerias e ações em municípios do Marajó

A Gerência da Região Administrativa do Marajó (GRM), do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio) recebeu, nesta segunda-feira (07), na sede do Instituto, em Belém, a visita de representantes da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), que desenvolve projetos de cooperação técnica em parceria com o governo – União, estados e municípios –, a sociedade civil e a iniciativa privada.

Durante a visita, as representantes Sara Araújo Poletto e Bruna Martins, avaliaram uma parceria entre o Ideflor-bio e a UNESCO, para desenvolver ações do Projeto “Pesca Sustentável na Costa Amazônica”, envolvendo, a princípio, dois municípios do Marajó: Soure e Curralinho. O Projeto visa a melhoria da renda e da qualidade de vida dos pescadores do litoral dos Estados do Pará, Maranhão e Amapá, além de garantir que a cadeia produtiva dos recursos pesqueiros locais seja sustentável ecologicamente, economicamente e socialmente.

O município de Curralinho recebeu um “Acordo de Pesca” em março de 2016, celebrado entre o Instituto e as comunidades do Rio Canaticu, onde o estabelecimento de regras, pactuado entre ambas as partes, visa a melhoria da qualidade de vida dos ribeirinhos e a preservação de espécies, e o aumento do tamanho do pescado, garantindo assim, a sobrevivência das famílias ali residentes.

Dessa forma, uma parceria entre o Ideflor-bio e a UNESCO, chega em boa hora, visto que o Acordo de Pesca tem outras nuances, que se adequam aos interesses da Organização das Nações Unidas. Dentre eles, incentivar os jovens das comunidades locais, a serem protagonistas da sua história, ao mesmo tempo em que incentiva a permanência dos mesmos no campo, produzindo não somente para o seu sustento, como para abastecer os centros urbanos. Esse objetivo ganha clareza no “Projeto Jovens Protagonistas”, já desenvolvido pela UNESCO na Costa do Pará e Maranhão.

Para a realização da parceria, está sendo elaborado um Acordo de Cooperação Técnica, com o devido Plano de Trabalho, que dará a validação necessária para subsidiar as ações que serão desenvolvidas na APA Marajó.


✎Texto: Denise Silva / Ascom Ideflor-bio

Comentários estão desabilitados.