Mega operação apreende uma tonelada de peixe em Marabá e Nova Ipixuna

Uma mega operação de fiscalização nos municípios de Marabá e Nova Ipixuna apreendeu, neste domingo, mais de uma tonelada de peixes retirados ilegalmente do Lago de Tucuruí. Foram apreendidos apetrechos de pesca, como malhadeiras com tamanhos irregulares, além de caças e pássaros. A operação foi coordenada por equipes técnicas do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio), em parceria com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e Polícia Militar.

As secretarias municipais de Meio Ambiente de Tucuruí, Breu Branco, Goianésia do Pará, Jacundá, Nova Ipixuna e Itupiranga também foram parceiras da operação, que se concentrou nas principais feiras municipais de Marabá e na região do lago de Tucuruí pertencente à Nova Ipixuna. O pescado apreendido foi doado a comunidades carentes da região. Já as caças foram inutilizadas, as malhadeiras queimadas e os pássaros, ainda vivos, devolvidos à natureza.

A operação encerrou a primeira etapa de fiscalização da região do Mosaico Lago de Tucuruí, no sudeste paraense. A etapa aconteceu entre 12 e 26 de novembro, parte do primeiro mês do período do Defeso, em que a pesca comercial fica proibida no lago de Tucuruí, por conta do momento de reprodução dos peixes. “Durante todo o período da missão oficial foram apreendidas mais de quatro toneladas de pescado, que estão sendo capturados em um momento tão importante para a manutenção dos estoques pesqueiros na região”, afirma Mariana Bogéa, técnica do Ideflor-bio e gerente do Mosaico Lago de Tucuruí.

O período do Defeso vai até 28 de fevereiro. Desde 2017 o Ideflor-bio, em parceira com a Semas, a PM e as prefeituras dos municípios que compõem o Mosaico Lago de Tucuruí realizam fiscalizações mensais no local a fim de coibir a pesca ilegal e o uso de apetrechos irregulares. Durante o período do Defeso, essas fiscalizações são intensificadas.

O Mosaico Lago de Tucuruí é um conjunto de Unidades de Conservação estaduais formado pela Área de Proteção Ambiental Lago de Tucuruí e pelas Reservas de Desenvolvimento Sustentável Alcobaça e Pucuruí-Ararão. As três UCs compreendem, juntas, cerca de 570 mil hectares, os quais abrangem os municípios de Tucuruí, Breu Branco, Goianésia do Pará, Jacundá, Nova Ipixuna e Itupiranga. A pesca no lago de Tucuruí é uma das principais atividades econômicas da região.

Texto: Dilermando Gadelha – Assessoria de Comunicação do Ideflor-bio

Comentários estão desabilitados.