Parque Estadual Serra dos Martírios-Andorinhas realiza primeira visita inclusiva

O Parque Estadual Serra dos Martírios-Andorinhas (Pesam), localizado em São Geraldo do Araguaia, no sudeste paraense, realizou, em dezembro, a sua primeira visitação inclusiva. A ação foi realizada junto com o Núcleo de Acessibilidade e Inclusão Acadêmica (NAIA) da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), a qual atende 88 alunos com deficiências em Marabá e nos outros campi da Universidade.


A visitação aconteceu no contexto de uma aula de campo sobre zoologia de invertebrados e contou com a participação de 40 estudantes do 5º período do curso de Ciências Biológicas da Unifesspa. Dentre eles, a estudante Ingrid Rocha, que é deficiente visual. Na ocasião os estudantes realizaram uma trilha pelo parque até a cachoeira Quarta Queda e também até a Casa de Pedra, que são dois dos principais pontos de visitação do Serra dos Martírios-Andorinhas.

Para o professor Danilo Oliveira, da Unifesspa, esse é um grande desafio para Ingrid e também uma grande realização, já que no início do curso, a estudante chegou a pensar em desistir da carreira, mas que hoje já pensa, mesmo, em fazer seu trabalho de conclusão de curso sobre educação especial.

Já a gerente do Parque, Evandra Vilacoert, a visitação representa um esforço coletivo para possibilitar a inclusão de todas as pessoas nos espaços públicos. “Atualmente, é possível a gente perceber uma maior mobilização da sociedade sensibilizada na causa da inclusão da pessoa com deficiência. E no Pesam, nós buscamos garantir que essas pessoas também consigam usufruir das belezas, da natureza e do conhecimento que o Parque oferece para população.”

Durante a expedição dois agentes ambientais capacitados pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade auxiliaram Ingrid com os obstáculos inerentes à atividade, garantindo sua segurança. “A aula de campo foi realizada com excelência e ainda gerou uma excelente contrapartida para o Parque, já que os alunos doaram uma caixa entomológica composta por invertebrados que ocorrem no PESAM”, acrescenta Evandra.

Pesam – O Pesam é uma Unidade de Conservação criada em 1996, com aproximadamente 25 mil hectares.  O Parque fica numa região montanhosa do sudeste paraense, na transição entre os biomas Amazônia e Cerrado, por isso apresenta vegetações típicas desses dois biomas. Além da natureza, o Parque apresenta também resquícios históricos e arqueológicos, como pinturas rupestres que contam um pouco da pré-história da região amazônica.

Serviços:

Realização de trilhas ecológicas, atividades acadêmicas e esportes de aventura no Parque Estadual Serra dos Martírios-Andorinhas, Sudeste paraense

Solicitações de autorização por e-mail: araguaia@ideflorbio.pa.gov.br

Ou pelo telefone (94) 98402-5045.

Texto: Dilermando Gadelha – Assessoria de Comunicação do Ideflor-bio

Comentários estão desabilitados.