Ideflor-bio leva ação social para comunidade no sudeste paraense

Cerca de 50 moradores da comunidade Polo Pesqueiro, no município de Novo Repartimento, sudeste paraense, foram contemplados com atendimentos médicos, vacinas e palestras voltadas à conscientização ambiental durante uma ação cívico social promovida no último dia 27. As atividades foram realizadas em parceria entre Instituto do Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), por meio da Gerência da Região Administrativa do Mosaico Lago de Tucuruí (GRTUC), e o 23º Esquadrão de Cavalaria de Selva do Exército de Tucuruí, com o apoio da prefeitura local.

As ações integram o trabalho que está sendo executado na região durante o período de defeso do pescado, que iniciou em 1º de novembro e segue até o dia 28 de fevereiro de 2020, na Bacia do Rio Tocantins/Gurupi, sendo regulamentado pela Instrução Normativa Interministerial N° 13, de 25 de outubro de 2011.

Ao todo, foram feitas 11 implantações de DIU, 44 atendimentos médicos e 26 pessoas foram vacinadas contra o HPV e outros tipos de vacinas. Essa foi a segunda ação promovida na região. A primeira atendeu à comunidade do Porto Novo, no município de Goianésia do Pará.

“É uma ação integrada do Ideflor-bio com o Exército e a prefeitura, onde atendemos a comunidade polo pesqueiro. Nas vilas de pescadores, o atendimento médico é sempre uma necessidade. Aproveitamos para promover uma conscientização sobre o período defeso”, explicou a gerente do Mosaico Lago de Tucuruí, Mariana Bogéa.

Palestra – Além dos atendimentos médicos, a equipe técnica do Ideflor-bio realizou palestras acerca do período de defeso do pescado para um público de 80 crianças daquela comunidade. Na ocasião, foi abordada a conscientização sobre crimes ambientais com a exposição de apetrechos de pesca proibidos e vídeos sobre a reprodução do Tucunaré (Cichla ocellaris), espécie alvo da pesca predatória no Mosaico Lago de Tucuruí. Também foi realizado um “quiz”, baseado na palestra. Ao final, as crianças receberam brindes.

Mosaico Lago de Tucuruí – Foi criado pela Lei Estadual nº. 6.451, de 8 de abril de 2002, sendo uma região constituída por três Unidades de Conservação: a Área de Proteção Ambiental (APA) Lago de Tucuruí e as Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Alcobaça e Pucuruí-Ararão, compreendendo os municípios de Tucuruí, Breu Branco, Goianésia do Pará, Jacundá, Novo Repartimento, Nova Ipixuna e Itupiranga.

Texto: Pryscila Soares – Assessoria de Comunicação do Ideflor-bio

Fotos: Ascom/Divulgação/Ideflor-bio

Comentários estão desabilitados.