Projeto Paisagens Sustentáveis beneficia Unidades de Conservação Estaduais

A Floresta Estadual do Iriri (Flota Iriri), em Altamira, e a Área de Proteção Ambiental (APA) Triunfo do Xingu, delimitada entre Altamira e São Félix do Xingu, serão beneficiadas pelo Projeto Paisagens Sustentáveis da Amazônia, coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e fomentado pelo Banco Mundial. As ações estão previstas para ocorrer a partir do mês de março, conforme o Plano Operacional Anual (POA), biênio 2020-2021, que foi aprovado durante a 2ª Reunião do Comitê Operacional, ocorrida em Brasília, nos dias 29 e 30 de janeiro.

As duas Unidades de Conservação estaduais estão entre as 26 geridas pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio). No Pará, o projeto Paisagens Sustentáveis da Amazônia é operado conjuntamente pelo Ideflor-bio e pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas).

Com a participação no projeto, o objetivo do Ideflor-bio é fomentar a gestão integrada na Amazônia através de estratégias complementares. “Entre os objetivos estão promover a recuperação da vegetação nativa, desenvolver sistemas produtivos sustentáveis, fortalecer as cadeias produtivas e implementar arranjos de gestão inovadores entre as Unidades de Conservação”, ponderou a pesidente do Ideflor-bio, Karla Bengtson.

Além do fortalecimento das cadeias produtivas e a elaboração dos planos de gestão das Unidades de Conservação, as ações do POA visam ainda a implantação do Centro de Treinamento em Manejo Florestal Comunitário e Familiar na região do município de Juruti. “O Comitê aprovou o planejamento do POA visando consolidar as ações que vão vigorar até 2021. Isso inclui a elaboração do plano de gestão da FLOTA Iriri e da APA Triunfo do Xingu, assim como o fortalecimento das cadeias produtivas dessas UCs”, ponderou Cleyton Neder, engenheiro florestal do Ideflor-bio, técnico da Gerência da Região Administrativa do Xingu (GRX), que participou da reunião no Ministério do Meio Ambiente.

Paisagens Sustentáveis – Iniciado em 2018, o projeto é coordenado pela Secretaria de Biodiversidade do MMA e tem como objetivos ampliar e aperfeiçoar o gerenciamento de Unidades de Conservação (UC) estaduais e federais, além de aumentar a área sob recuperação, incentivar o uso sustentável das florestas e fortalecer as cadeias produtivas dos produtos da biodiversidade na Amazônia.

O projeto busca proteger a biodiversidade e implementar políticas e ações para promover o uso sustentável de paisagens e a recuperação da floresta amazônica, considerando a economia e serviços ecossistêmicos. Para isso, são efetivadas iniciativas estratégicas por meio da gestão integrada da paisagem, políticas públicas e planos para a proteção e recuperação da vegetação nativa e a coordenação de projetos, capacitação e cooperação regional para a consolidação da matriz de ações.

FLOTA Iriri – Criada a partir do Decreto Estadual nº. 2.606, de 04/12/2006, é uma Unidade de Conservação de uso sustentável que está localizada integralmente no município de Altamira e abrange uma área de 440.493 ha.

APA Triunfo do Xingu – Foi criada pelo Decreto Estadual n°. 2.612 de 04 de dezembro de 2006, possuindo uma área total de 1.679.280,52 ha, na qual 1.102.779,30 ha (66%) situam-se no município de São Félix do Xingu e 576.501,22 ha (34%) no município de Altamira. Essa Unidade de Conservação integra o grande Mosaico de Áreas Protegidas da Terra do Meio, constituído por UCs Federais e Estaduais, além de Terras Indígenas na região do Xingu.

Texto: Pryscila Soares – Assessoria de Comunicação do Ideflor-bio.

Fotos: Divulgação/Ideflor-bio

Comentários estão desabilitados.