Mais de duas toneladas de pescado são apreendidas na região do Lago de Tucuruí

Mais de duas toneladas de peixes de várias espécies foram apreendidas durante fiscalização, ontem (13), na região do Mosaico Lago de Tucuruí. A maior parte dessa carga foi recolhida no município de Itupiranga, sudeste paraense. A ação foi realizada pela equipe do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), com o apoio do Comando de Policiamento Regional IV (CPR IV) da Polícia Militar do município de Tucuruí.

Pescada branca, tucunaré, beré e piau estavam entre as espécies capturadas de forma ilegal, a partir da utilização de equipamentos de pesca proibidos pela legislação ambiental vigente, como arpões, amarradores e malhadeiras de tamanhos 4, 5 e 6. Do total da carga, pelo menos 500 quilos de tucunaré foram apreendidos no município de Novo Repartimento, também no sudeste do Pará.

Todo o pescado foi apresentado à Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Itupiranga e as cargas foram doadas neste sábado (14) para uma comunidade daquela cidade, conforme pontuou a gerente da Região Administrativa do Mosaico Lago de Tucuruí, Mariana Bogéa. Ela explicou que denúncias anônimas recebidas pela equipe do Ideflor-bio motivaram a investigação, seguida da constatação do ilícito ambiental, que costuma ser fomentado por compradores desse tipo de carga.

Equipamentos de pesca ilegais apreendidos.

Combate – O objetivo maior é combater a pesca predatória e, com isso, garantir a manutenção das espécies na região do Mosaico. “Dois acampamentos de pesca foram encontrados com amarradores, arpões e malhas 4, 5 e 6. Todo o material foi apreendido e o pescado foi doado em Itupiranga, atendendo a uma comunidade carente”, frisou Mariana Bogéa.

Mosaico Lago de Tucuruí – É conjunto de Unidades de Conservação Estaduais gerido pelo Ideflor-bio. Foi criado pela Lei Estadual nº 6.451, de 8 de abril de 2002, sendo uma região constituída por três Unidades de Conservação: a Área de Proteção Ambiental (APA) Lago de Tucuruí e as Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Alcobaça e Pucuruí-Ararão. Abrange os municípios de Tucuruí, Breu Branco, Goianésia do Pará, Jacundá, Novo Repartimento, Nova Ipixuna e Itupiranga.

Texto: Pryscila Soares – Assessoria de Comunicação do Ideflor-bio.

Comentários estão desabilitados.