Ação promove testes rápidos para Covid-19 e vacinação no Ideflor-Bio

Servidores e colaboradores do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-Bio) recebem desta terça-feira (21) até quinta-feira (23), testes rápidos (IgG e IgM) de pesquisa de anticorpos para Covid-19 e vacinação de tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e de Influenza. Realizada na sede do órgão em Belém, a ação é uma parceria entre o Ideflor-Bio, Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e Universidade do Estado do Pará (Uepa).

A aplicação dos testes rápidos e vacinas foi realizada por uma equipe composta com 13 alunos e as professoras Lidiane Vasconcelos e Bruna Dias, da Escola de Enfermagem Magalhães Barata da Uepa. Para o primeiro dia de campanha foram disponibilizadas pela Sespa, por meio do município, 300 doses de tríplice viral e 250 de Influenza. “É uma forma de manter os alunos em atividade, relacionando o ensino e a prestação de serviços com responsabilidade social”, frisou a professora Lidiane Vasconcelos.

Prevenção – A ação segue o direcionamento do decreto estadual, que define medidas de prevenção ao coronavírus dentro dos órgãos estaduais, tendo como objetivo analisar de forma individualizada a condição de cada servidor/colaborador do Instituto, garantindo mais segurança no exercício das atividades laborais. Além disso, a ação agrega valor às medidas preventivas adotadas anteriormente pelo órgão, como a disponibilidade de álcool em gel, medição de temperatura do público interno e externo, desinfecção do prédio, entre outras.

“A parceria com a Sespa e a Uepa viabilizou essa ação, disponibilizando vacinação e testes rápidos aos nossos servidores. Temos muitas ações em municípios do interior do Pará, que envolvem monitoramento, fiscalização e educação ambiental dentro das Unidades de Conservação Estaduais. Por isso, é de extrema importância analisar preventivamente a condição dos servidores para que eles possam, com segurança, fazer valer a missão institucional do Ideflor-Bio”, disse a presidente do Instituto, Karla Bengtson.

Estatísticas – Coordenadora da Escola de Enfermagem Magalhães Barata da Uepa, Margarete Bittencourt explicou que a ação é parte integrante de um megaprojeto do Governo do Estado, no qual a Uepa atua em parceria com a Sespa para fazer um levantamento epidemiológico de Covid-19 em 52 municípios paraenses com o maior número de casos. “O teste serve para saber se a pessoa teve contato com a doença e adquiriu anticorpos. Vamos notificar todos os servidores do Ideflor-Bio que estão fazendo os testes para entrar na estatística epidemiológica da Sespa”, pontuou.

Gerente da Região Administrativa do Marajó, do Ideflor-Bio, Fábio Pamplona fez o teste rápido e recebeu o resultado negativo na pesquisa de anticorpos para a Covid-19. Para ele, tanto a vacinação quanto a realização dos testes rápidos são importantes para dar prosseguimento às atividades com a garantia de saúde dos servidores. “Nos garante uma segurança a mais para não levarmos doença para essas comunidades. Até mesmo no nosso ambiente de trabalho e com a família. Vamos ter um controle epidemiológico maior, sempre mantendo os cuidados”, comentou o gerente.

Já para a técnica em planejamento e gestão de meio ambiente, Adriana Maués Ferreira, a ação é uma oportunidade segura para garantir a vacinação e realizar os testes rápidos. “Achei maravilhoso, porque em tempos de pandemia ficamos com receio de ir ao posto de saúde e se contaminar. Mas tendo essa ação com todos os cuidados necessários, a gente se sente mais seguro”, reforçou.

Texto: Pryscila Margarido – Assessoria de Comunicação – Ideflor-Bio

Fotos: Ascom Ideflor-Bio

Comentários estão desabilitados.