Área de Proteção Ambiental da Ilha do Combu


Sede do Ideflor-bio
Gerência Região Belém (GRB/DGMUC)
Av. João Paulo II, s/n. Parque Estadual do Utinga “Camillo Vianna”. Bairro: Curió-Utinga. CEP: 66610-770.

Celular institucional: +55 (91) 98442-0697

Email:

grb.dgmuc@gmail.com
ivansantos2503@gmail.com
apacombu2@gmail.com

A entrada de visitantes na APA é gratuita. Todas as pesquisas na Unidade deverão ser solicitadas e autorizadas pelo órgão gestor, através do formulário disponível no site https://ideflorbio.pa.gov.br/. Os interessados poderão enviar suas dúvidas pelo e-mail: pesquisa.grb@ideflorbio.pa.gov.br.

Conforme o SNUC (Lei Federal nº 9.985/2000), a Unidade pertence ao Grupo de Uso Sustentável, da categoria Área de Proteção Ambiental (APA).

A APA da Ilha do Combu é a quarta maior ilha do município de Belém, com área territorial de 15,972 Km², e está situada a 1,5 Km ao Sul da cidade, sendo margeada pelo rio Guamá ao Norte, pelo furo São Benedito ao Sul, pelo Furo da Paciência a Leste e pela Baía do Guajará ao Oeste.

Criada por meio da Lei Estadual nº 6.083 de 13/11/1997, a Unidade possui ecossistema típico de várzea de grande beleza cênica, com paisagem florestal exuberante, formada por um mosaico peculiar de espécies florestais, além de seus cursos d’água, como os rios Bijogó, Guamá e Acará, o furo da Paciência e os igarapés do Combu e do Piriquitaquara. Sua população gira em torno de 1.500 (mil e quinhentos) habitantes, que vivem basicamente da pesca e do extrativismo dos recursos da floresta, sobretudo o açaí, que pode ser encontrado por toda a Ilha.

A Unidade tem como objetivo de proteger e restaurar a diversidade biológica, os recursos genéticos, as espécies ameaçadas de extinção, bem como a promover o desenvolvimento sustentável, através do ordenamento dos recursos naturais e da melhoria da qualidade de vida da comunidade local.

A APA é incluída em alguns roteiros turísticos fluviais de curta duração, ofertados por operadoras turísticas da região urbana de Belém e os moradores da região também costumam frequentar o local nos fins de semana, em embarcações particulares.

O território da APA é propício para a realização de atividades de contemplação da natureza, através de caminhadas e passeios de barco. Possui rica avifauna – destacando o papagaio do Mangue ou “Curica” como a ave mais comum na ilha. Pode-se encontrar também botos, cobras, bichos preguiça, além de diversas espécies de macacos de pequeno porte.

Mapas da UC com suas informações georreferenciadas

Fonte do Mapa: Mateus Lobato e Ribeiro, 2010.

A APA da Ilha do Combu está situada no município de Belém, inserida na Região Metropolitana de Belém (RMB). Nesta região, a temperatura do ar é, em média, 26,7 ºC, a umidade relativa é de 84 %, a precipitação pluviométrica é de 3.001 mm e 2.338 horas de brilho solar. Ocorrem dois períodos de chuva: um mais chuvoso (meses de dezembro a agosto) e outro menos chuvoso (setembro a novembro).

Como Chegar:

O acesso à Unidade é feito via fluvial, com barcos saindo de vários pontos da orla de Belém, sendo a Praça Princesa Isabel a saída mais utilizada aos fins de semana, numa travessia que dura aproximadamente 30 minutos. Geralmente, os condutores levam os visitantes para os bares/restaurantes em que são cadastrados. Para realizar um passeio em toda a Unidade, o visitante deverá contratar o serviço, através de fretes.

Informações:

As comunidades estão situadas na borda da Unidade, margeando rios e furos. São registradas 04: Comunidade Furo do Benedito, Comunidade Igarapé Piriquitaquara, Comunidade do Igarapé Combu e Comunidade Beira Rio. Dentre elas, a do Igarapé Combu é a mais antiga. Em 2010, as comunidades compreendiam 230 residências, cujas as famílias sobreviviam pelo cultivo do cacau, palmito, andiroba, pupunha, cupuaçu, tucumã, ingá, pesca do camarão, criação de patos e porcos; além de atividades de ecoturismo, através de trilhas ecológicas. Alguns produtores participam periodicamente da Feira da Biodiversidade, realizada pelo Ideflor-bio no Parque Estadual do Utinga Camillo Vianna, sendo também assistidos tecnicamente pelo Projeto Agrovárzea/Ideflor-bio.

Passeios e Trilhas

Os passeios são realizados em grandes barcos por agências de turismo ou por moradores em barcos menores. Foram identificadas 03 trilhas: Trilha 1 – com 424 m de extensão, nas proximidades do Restaurante “Portal da Ilha” (na Comunidade Beira Rio), Trilha 2 – com 1.903 m e Trilha 3 – com 700 m, ambas localizadas nas proximidades do Restaurante “Saudosa Maloca” (na Comunidade do Igarapé Combu). A maior trilha tem duração de 2 horas e 10 minutos, sendo 30 minutos em percurso fluvial margeando o Igarapé Combu e 1 hora e 50 minutos de trilha terrestre (RIBEIRO, 2010).

Produção de Açaí

A maioria do açaí (Euterpe oleracea Mart.) consumido no País é produzido no Pará, e boa parte dele vem da APA da Ilha do Combu. O grande período de safra é entre os meses de setembro e dezembro. O fruto coletado é colocado em paneiros de palha, chamada de rasas, e vendidos, na maioria, para pessoas fora da Ilha. O “açaí da Ilha”, da Ilha do Combu, tem ganhado reconhecimento internacional e muitos são os restaurantes das regiões vizinhas que oferecem refeições acompanhadas com doses de açaí. Além de ser consumido como “vinho”, o açaí também é utilizado na culinária para doces, bolos, geleias, bombons, e no artesanato.

Produção de Cacau

A APA da Ilha do Combú também se destaca pela sua produção de cacau (Theobroma cacao). Alguns produtores locais realizam o cultivo, a coleta e o beneficiamento da amêndoa da espécie, utilizada na culinária, através da produção de chocolate, e no artesanato local. O cacau da Unidade ganha notoriedade por ser nativo produzido em área de várzea.

Bares e Restaurantes da Beira Rio

Mais de 20 estabelecimentos, entre bares e restaurantes, estão localizados às margens da APA da Ilha do Combu, para atender a demanda turística que vem aumentando ao longo dos anos. Trazidos por grandes e pequenas embarcações fretadas, principalmente vindas de Belém, os visitantes poderão desfrutar da culinária local, e, posteriormente, realizar passeios locais através das trilhas ecológicas. Esses estabelecimentos dispõem de banheiros e áreas de lazer de banho, como chuveiros, e até hospedagem. Alguns destes necessitam de reserva prévia e também podem disponibilizar transportes ao visitante.

Feira da Biodiversidade

Mensalmente, o IDEFLOR-BIO promove a Feira da Biodiversidade. Com visitação gratuita, a feira reúne agricultores e artesãos da Região Metropolitana de Belém e de outros municípios do interior paraense, que comercializam seus produtos como artesanatos e alimentos orgânicos, oriundos da agricultura familiar e de moradores de Unidades de Conservação, como os da APA da Ilha do Combu.

Local: Centro de Acolhimento do Parque Estadual Camillo Vianna (Bairro: Curió-Utinga, Belém-PA).

Horário: 7h às 13h / Entrada gratuita (Verificar calendário da Feira).

Onde ficar:

Fornecer lista de informações de hotéis e pousadas locais (quando houver, e com autorização dos proprietários).
A cidade de Belém possui ampla rede hoteleira, dentre hotéis de várias estrelas, pousadas e hostels. O visitante pode realizar sua pesquisa pela Internet, onde encontrará várias opções e preços, não ficando muito distante da Unidade. Se o visitante preferir, poderá se hospedar na Unidade, em bares ou restaurantes que possuem esse tipo de serviços.

Orientações importantes:

Orientar sobre necessidades de vacinas, roupas ou calçados apropriados para visitação, e outras orientações e específicas da localidade caso seja necessário.

Sendo que o principal acesso à Unidade é via fluvial, o visitante deverá evitar períodos chuvosos, e sempre consultar a tábua de marés.
Aos visitantes, é recomendável o uso de bonés, óculos escuros, blusas de mangas compridas, protetores solares e garrafa para hidratação pessoal, uma vez que estarão muito expostos ao sol. Assim como o uso de repelentes, quando acessarem as áreas de mata.

 Lei de Criação APA Combu
 Resultado Licitação APA Combu 26.08.16 – DOE 33199
 Contrato – PG – APA Combu – Versão final assinada
Chamada Pública de Renovação do Conselho Gestor do Combu 12.09.19
Regimento Interno APA Combu

.

2015
 Ata da 24ª Reunião Ordinária do Conselho Gestor da APA Ilha do Combu – 30.04.2015
 Ata da 25ª Reunião Ordinária do Conselho Gestor da APA Ilha do Combu – 11.08.2015
Ata da 26ª Reunião Conselho Gestor da APA Ilha do Combu – 29.09.2015
Relatório – 27ª Reunião Ordinária do Conselho Gestor da APA Ilha do Combu – 19.11.2015

2016
Portaria – Conselho Gestor APA Ilha do Combu – 02.02.2016
Ata da 28ª Reunião do Conselho Gestor APA Ilha do Combu – 29.03.2016
Ata da 29ª Reunião do Conselho Gestor APA Ilha do Combu – 21.09.2016

2017
Ata da 30º Reunião do Conselho Gestor APA Ilha do Combu – 03.05.2017
Ata da 31ª Reunião do Conselho Gestor da APA Ilha do Combu – 31.10.2017

2018
Ata da 32ª Reunião do Concselho Gestor APA Ilha do Combu 14.11.2019

2019
Ata da 33ª Reunião do Conselho Gestor APA Ilha do Combu 25.04.2019
Portaria Nº 1148 – Conselho Gestor APA Ilha do Combu 20.12.2019
Ata da 35ª Reunião do Conselho Gestor APA Ilha do Combu
Frequência da 35ª Reunião do Conselho Gestor APA Ilha do Combu
Ata da 1ª Reunião Extraordinária do Conselho Gestor APA Ilha do Combu
Frequência da 1ª Reunião Extraordinária do Conselho Gestor APA Ilha do Combu
Ata da 2ª Reunião Extraordinária do Conselho Gestor APA Ilha do Combu
Frequência da 2ª Reunião Extraordinária do Conselho Gestor APA Ilha do Combu

2020
Ata da 1ª Reunião Ordinária Conjunta de Posse do Conselho Gestor APA Ilha do Combu
Frequência da 1ª Reunião Ordinária Conjunta de Posse do Conselho Gestor APA Ilha do Combu

*Os documentos para download encontram-se no formato .pdf

.

Galeria de Imagens


[huge_it_portfolio id=”13″]