• Home
  • Projeto Movelaria Rústica e Biojóias

PROJETO MOVELARIA RÚSTICA E BIOJÓIAS

O IDEFLOR-Bio é o órgão responsável por fomentar o desenvolvimento das cadeias produtivas de base florestal no Estado do Pará, e por isso atuará em dois Projetos Estaduais de Assentamentos Agroextrativistas – PEAEX Acutipereira e  PEAEX Acangatá, localizados no município de Portel. Os dois PEAEXs são territórios estaduais incluídos no Cadastro Estadual de Florestas Públicas – CEFLOP, onde o IDEFLOR-Bio promove a gestão florestal na modalidade Outorga não onerosa para comunidades locais (Lei 11.284/2006) com a concessão de direito real de uso – CDRU para famílias agroextrativistas visando a produção sustentável a partir do manejo florestal comunitário e familiar e da agricultura familiar. Este território faz parte ainda de área prioritária do Programa Territórios Sustentáveis para a manutenção da floresta e desenvolvimento da bioeconomia.  

Dentro do PEAEX Acutipereira e do PEAEX Acangatá a Diretoria de Desenvolvimento da Cadeia Florestal (DDF), do IDEFLOR-Bio, pretende fortalecer a cadeia produtiva do artesanato madeireiro e não madeireiro praticado nestes territórios comunitários, por meio do aproveitamento de resíduos de madeira e outros produtos florestais, que são oriundos de florestas manejadas por comunidades agroextrativistas, na modalidade de manejo florestal comunitário e de baixa intensidade, com ênfase para a produção de móveis rústicos e biojóias, valorizando os produtos da sociobiodiversidade.

O objetivo deste projeto está vinculado a ação estratégica de apoio ao manejo florestal comunitário e familiar e aos produtos da sociobiodiversidade, e faz parte das seguintes linhas prioritárias de fomento: a) apoio à pesquisa e ao fomento de manejo florestal e de modelos de uso e aproveitamento sustentáveis de produtos madeireiros e não-madeireiros, e de serviços florestais, com atenção especial àqueles de gestão comunitária e familiar; b) capacitação e treinamento de mão-de-obra e agentes envolvidos na cadeia da produção, da comercialização e da industrialização de produtos e subprodutos florestais; c) apoio à difusão e ao aprimoramento de tecnologias inovadoras de beneficiamento industrial de produtos e subprodutos de base florestal.

Assim, visando à inserção de comunidades agroextrativistas em práticas produtivas alicerçadas na bioeconomia, busca-se oportunizar alternativas de produção pautadas na conservação ambiental e na manutenção da floresta e da cultura local, alinhando-se à estratégia estadual de bioeconomia (Decreto Estadual n° 1.943 de 2021) para o desenvolvimento socioeconômico de baixas emissões de gases de efeito estufa, bem como às diretrizes do Plano Estadual Amazônia Agora (Decreto Estadual N° 13.180 de 2020) e seus objetivos de promover a cultura e o conhecimento tradicional por meio do desenvolvimento de atividades geradoras de receita fundamentadas.

Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará

Avenida João Paulo II, S/N Belém – PA
Horário de Atendimento: das 08:00h às 17:00h de segunda a sexta-feira

Rolar para cima
Pular para o conteúdo